Paróquias promovem festa junina on-line

A pandemia, causada pelo Covid-19, obrigando ao isolamento social está fazendo com que as pessoas, instituições e empresas se reinventem e com a Igreja Católica não tem sido diferente. Na Diocese de Petrópolis as paróquias com iniciativas inovadores estão proporcionando aos fiéis momentos riquíssimos de oração e também de alegria por meio das plataformas digitais.

Clique na imagem e veja outras fotos

No mês de junho, marcado pelas festas juninas e como não puderam ser realizadas por causa do isolamento, algumas paróquias da Diocese para não deixar em branco realizaram a festa junina virtual. Entre as paróquias que promoveram a festa com transmissão on-line estão a Paróquia Nossa Senhora da Piedade em Magé com a festa de São Pedro, a Paróquia São João Batista, no distrito da Posse em Petrópolis, e a Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Parada Modelo, em Guapimirim.

O Pároco de Parada Modelo, Padre Rodrigo Alberti disse que em tempos de pandemia, “temos que reinventar, e este mês de junho não poderia ficar sem a nossa já tradicional festa junina, o ‘Arraiá da Cidinha’ que celebraria sua 11° edição”. Esta festa, segundo sacerdote está tomando a cada ano um vulto grande na Paróquia e no Município.

Padre Rodrigo Alberti explicou que na impossibilidade de realizar o Arraiá com a presença das pessoas foi decidido que, após as missas transmitidas nas redes sociais da paróquia, iriam fazer breves leilões de guloseimas típicas deste mês. “No primeiro final de semana contamos com um grande sucesso, graças a Deus. O que era para ser um pequeno leilão se estendeu por lives de aproximadamente três horas de duração. A aprovação, aderência e participação dos paroquianos foi ótima, sem contar pessoas de outras paróquias que entraram na brincadeira. Tornou-se algo divertido para as pessoas participarem nas noites de sábado e domingo” afirmou o Pároco de Parada Modelo.

Ele contou que a cada final de semana eram realizado três leilões, um após cada missa e com a generosidade das pessoas, as prendas só se multiplicaram. Foram salgados, bolos, tortas, caldos, roupas, objetos e tudo que chegava era leiloado. “Tudo era feito com muito capricho e ainda tivemos o diferencial do cenário, que a cada final de semana, era modificado, tornando o ambiente bem bonito”, comentou o sacerdote.

Padre Rodrigo Alberti destacou ainda o trabalho da equipe da Pascom, “fazendo um trabalho com muito carinho e dedicação. A equipe de leiloeiros, que organizou as prendas e finanças, a equipe delivery, que após às prendas arrematada, entregavam nas casas, e dois apresentadores muito especiais a cada final de semana”.

Por causa do trabalho e participação de todos, Padre Rodrigo disse que o resultado financeiro foi bem satisfatório, frisando que “não deixamos de celebrar o mês das festas juninas. O Arraiá da Cidinha aconteceu” e ainda deixou um convite para que as pessoas confiram tudo que aconteceu e as novidades nas redes sociais da Paróquia no Facebook (paroquiamodelo) e Instagram (paroquiamodelo12).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *