Paróquia celebra o centenário do Apostolado da Oração em Pedro do Rio

O Apostolado da Oração de Pedro do Rio com o bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB, o Padre Ludemir e o Padre Thomas

A Paróquia São Pedro, no Distrito de Pedro do Rio, em Petrópolis, comemorou com muita alegria, no dia 8 de outubro, o Centenário do Apostolado da Oração, com a presença do bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB, do Diretor Espiritual Diocesano do Apostolado da Oração, Padre Ludemir Leonardo Teodoro e do Vigário Paroquial de São Pedro, Padre Thomas Dias.

Com esta celebração, a Diocese de Petrópolis, com a presença do bispo diocesano, fez memória aos 150 anos do Apostolado da Oração no Brasil. O Apostolado da Oração, entre as suas muitas atividades, deve rezar pelas intenções do Papa e do bispo diocesano.

Para celebrar a data, deixando o seu registro na história e nos livros da Igreja, Padre Thomas Dias escreveu um texto sobre a história do Apostolado da Oração que foi lido ao final da missa.

Centenário do Apostolado da Oração em Pedro do Rio

02/10/1921 – 02/10/2021

Há exatos 150 anos, no dia 01 de outubro de 1871, na paróquia do Senhor Bom Jesus, da cidade de Itu, era fundado o Apostolado da Oração, a primeira fundação dessa Associação de Fiéis nas terras abençoadas do Brasil.

Rapidamente o Exército de Fitas Vermelhas se espalhou pelo nosso Brasil. Era o Coração Imortal de Jesus recebendo cada vez mais soldados, que firmavam o propósito de combater, por Ele, usando da valiosa arma da Oração.

Em 1921 aconteceu a celebração do Jubileu de Ouro de tal fundação. Em todo o Brasil houve festa.

Na freguesia de Cascatinha, Bispado de Niterói, não foi diferente. Com muita alegria foi celebrado tal acontecimento. O então Vigário, Padre Lúcio Gambarra, resolveu, como marca daquele Jubileu, estender o Apostolado da Oração para além dos limites da Igreja Matriz. Queria uma fundação dele na Capela de São Pedro, de Pedro do Rio.

Para isso se reuniu com três piedosas senhoras do local, que seriam as pioneiras do Apostolado da Oração na aprazível vila. Seus nomes: Dona Francisca de Almeida Zanatta, primeira presidente; Dona Elisa Taboada, primeira tesoureira e Dona Ema Zanatta Manzine, primeira secretária. Elas buscaram outras senhoras e senhoritas para que a fundação pudesse acontecer e de fato aconteceu: 02 de outubro de 1921, data marcante do início do Apostolado da Oração em Pedro do Rio.

Daquele dia em diante, a devoção ao Coração de Jesus foi crescente em toda a região da Capela, e cada vez mais, novos membros davam seu nome, para portarem a “fita vermelha” do “coração abrasado de amor”.

Consta na história da paróquia, do dia da fundação do Apostolado em diante, o Sr. Antônio Canêdo, justamente com as zeladas e zeladoras, cotidianamente, aos pés do Tabernáculo da Capela de São Pedro, rezavam a Ladainha do Coração de Jesus.

Os anais da história também deixaram registradas as ações caritativas desenvolvidas pelo Apostolado na Capela e posteriormente Paróquia de São Pedro, antecipando o que hoje chamamos de “Pastoral da Caridade”.

Sob a orientação espiritual dos Vigários de Cascatinha e posteriormente Itaipava, o Apostolado da Oração já contava com trinta anos de existência quando foi fundada a Paróquia de Pedro do Rio. De lá até hoje, sob a orientação do seu próprio pároco, nosso Apostolado continuou sua missão e completa cem anos de fundação.

Nossa paróquia dobra os joelhos reverentes ante o Coração de Jesus e rende a Ele graças por essa data jubilar, pedindo a bênção para que cada vez mais pessoas se associem em nossa “rede mundial de orações pelo Papa”. Que Ele, o Coração de Jesus, por nosso Apostolado e por todos os homens, seja sempre mais amado e mais servido.

Fotos e Texto:  Agentes da Pascom da Paróquia de Pedro do Rio

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.