Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Dom Joel se reúne com representantes das novas comunidades e ministra o sacramento da Crisma na Paróquia de Venda Nova

No penúltimo dia da visita pastoral no Decanato Santa em Teresópolis, onde cumpriu vários compromissos, Dom Joel Portella Amado iniciou a manhã de sábado (dia 4), falando para os jovens, que participam do pré-congresso da Juventude. A missa de abertura do pré-congresso, na sexta-feira, foi presidida pelo bispo diocesano, na Igreja Santa Teresa, quando falou da importância de um congresso, como momento de partilha, oração e formação para que possamos evangelizar e testemunhar Jesus Cristo.

Rogerio Tosta / Ascom Diocese de Petrópolis

O encontro na manhã de sábado aconteceu no Ceac da Paróquia Santa Teresa, onde participam mais de 200 jovens, representando todas as paróquias da Diocese de Petrópolis. Dom Joel agradeceu a participação dos jovens, seu sim a Jesus Cristo e pediu que não tenham medo de testemunhar Jesus por onde estiverem. Estimulou os jovens a serem instrumentos de transformação da sociedade e fez com eles, abrindo os trabalhos do pré-congresso no sábado, um momento de oração dedicado à Virgem Maria.

Ainda pela manhã, o bispo diocesano se reuniu com representantes das Novas Comunidades de Vida instaladas em Teresópolis. Durante a conversa, cada representante falou dos trabalhos que sua comunidade realiza e o bispo manifestou sua alegria pelo trabalho e testemunho de cada uma.

Os trabalhos do sábado também foram marcados por uma visita à Igreja Santa Teresa, desta vez, não para celebrar, mas para conhecer detalhes do projeto de expansão do templo, que está sendo elaborado pelo Pároco, Padre Jorge Pacheco. Ele mostrou detalhes da arquitetura da igreja, falou sobre a obra estrutural na igreja, realizada durante o período da pandemia da Covid-19 e como ficará após sua expansão, ampliando sua capacidade de receber fiéis.

Entre os vários compromissos à tarde, Dom Joel recebeu na residência da Paróquia Santa Teresa, a visita de Dom Edgard Madi, Bispo Maronita do Brasil, acompanhado do senhor Paulo Chedier, sobrinho do Monsenhor Paulo Daher, falecido em 2019. A conversa foi marcada pela alegria do reencontro, pois os dois bispos estiveram juntos em abril, na 61ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

Entre os vários assuntos, o encontro teve como ponto central, a possibilidade do bispo maronita celebrar mensalmente uma missa, no rito maronita em português, para a comunidade libanesa em Petrópolis. A missa seria na Igreja Matriz São Charbel, no bairro Caxambu, que hoje é uma Quase-Paróquia. A data prevista para o início será 24 de julho, festa de São Charbel.

O último compromisso do bispo diocesano neste penúltimo na noite de sábado, foi a celebração da Santa Missa, como administração do Sacramento da Crisma, a 18 jovens e adultos, na Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Nhunguaçu, Venda Nova, onde foi recebido pelo Administrador Paroquial, Padre Bruno Leonardo dos Santos Magalhães e por toda comunidade.

Dom Joel lembrou aos crismandos que a Crisma não é uma formatura e que, agora confirmados na fé e com o Espírito Santo, devem dar testemunho de Cristo, devem retornar à Igreja, que, como afirmou Padre Bruno, está sempre de portas e braços abertos para recebê-los.

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Ascom Diocese de Petrópolis’.
Texto e Fotos são de propriedade da Diocese de Petrópolis e dos autores em artigos assinados (Lei de Direitos Autorais). 

Facebook
WhatsApp
Twitter
Email
Print