Dom Gregório Paixão ordena quatro diáconos para Diocese de Petrópolis

Clique na imagem para ver o álbum completo de fotos: Ordenação diaconal de Luan, Pedro, Leonardo e Caio na Catedral São Pedro de Alcantara, pelo cujo bispo, Dom Gregório Paixão, OSB

Depois de dois anos, a Catedral São Pedro de Alcântara de Petrópolis voltou a ficar lotada para uma ordenação diaconal. A celebração aconteceu no dia 7 de maio, presidida pelo bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB, para ordenação diaconal dos seminaristas Pedro Henrique Pereira Santana, Caio Martins Faria, Leonardo João da Silva e Luan de Souza Gonçalves, que em dezembro serão ordenados sacerdotes. Ao falar da formação no Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino, o bispo disse que o seu desejo é que os jovens sejam formados para que “sejam bons cidadãos, depois bons cristãos e, para os que conseguirem perseverar, que sejam bons sacerdotes”.

A missa foi acompanhada por familiares, amigos e pela maioria do clero diocesano que concelebrou a missa, sendo assistidos pelos diáconos permanentes e seminaristas. Com a Catedral lotada, o bispo ressaltou a importância daquele momento, quando quatros jovens respondem o sim a Deus, dedicando a sua vida ao trabalho na Igreja em prol do povo. Em sua homilia o bispo ressaltou que “existe um ponto fundamental na história do diaconato de vocês, na perseverança de vocês, ou seja, é fundamental que nós tenhamos a compreensão de que nós servimos ao altar, mas nenhum de vocês deve fazer um divórcio entre o altar e a vida. Portanto, as coisas precisam estar profundamente ligados”.

Falando diretamente para os novos diáconos, Dom Gregório Paixão frisou que “vocês não podem perder ou deixar perder-se aqueles aos quais vocês foram chamados para salvar. Aquele que é diácono deve exigir da sua vida o que nós ouvimos no evangelho de hoje, Jesus nos disse eu vim para servir, eu vim para dar a minha vida por todos, eu vim colocar toda a minha existência em favor daqueles que desejam abraçar a verdade do Evangelho. Jesus é o evangelho, Jesus é o caminho, Jesus é a vida, Jesus é a doutrina, Jesus é a razão do nosso ministério, Jesus é a razão do nosso viver, Jesus é a razão de servirmos ao altar, mas servimos as pessoas”.

Continua nesta mesma linha de pensamento, do servir, o bispo frisou ainda que  “servimos aqueles que mais necessitam os pobres, sejam aqueles que não têm nada sobre a mesa e não falta no mundo pessoas que não tem o que comer. Esta noite dois bilhões de pessoas dormiram com a barriga vazia, portanto a mesma realidade está aqui no Brasil. Existem pessoas que passam fome, que gritam pela nossa presença, mas também existem outros pobres, aqueles que não conheceram a palavra de Deus, aqueles que não construíram e edificaram a sua vida sobre o alicerce da verdade, aqueles que buscam em todos os lugares mas não entenderam que Deus habita no mais profundo da sua do seu coração da sua existência, aqueles pobres que se perderam porque a suas vidas foram empobrecendo pelas péssimas escolhas e é exatamente a esses que nós levaremos as riquezas do evangelho, o tesouro da palavra, a alegria daquele que é o único senhor”.

Os quatro seminaristas ordenados diáconos são de paróquias da Diocese de Petrópolis: diácono Leonardo João é da Paróquia Sagrado Coração de Jesus; diácono Luan de Souza, da Paróquia Santa Teresa; diácono Pedro Henrique é da Paróquia Nossa Senhora Aparecida em Piabetá; e o diácono Caio Martins da Paróquia São José, em São José do Vale do Rio Preto.

Abaixo assista a missa de oração dos novos diáconos.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on print
Print