Congresso diocesano da IAM reuniu crianças e adolescentes

Dom Gregório Paixão presidiu a missa de encerramento do Congresso Diocesano da IAM que foi acompanhada on-line por diversos grupos

O protocolo sanitário por causa da Covid-19, não foi impedimento para a realização do Congresso Diocesano da Infância e Adolescência Missionária (IAM) da Diocese de Petrópolis. Pela primeira vez, o congresso foi realizado no formato presencial e on-line. Os grupos paroquiais da IAM se reuniram em suas paróquias e acompanharam on-line todas as atividades promovidas pela coordenação diocesana junto com o grupo da IAM da Paróquia Santa Rita de Cássia, no Bairro Castrioto, em Petrópolis.

Somente na hora do Terço Missionário é que a transmissão on-line foi interrompida, permitindo que cada grupo em sua paróquia se organize para este momento de oração. A missa, presidida pelo bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB, na Igreja Santa Rita de Cássia, às 15h, foi transmitida pela página da IAM diocesana e pela página da Paróquia do Bairro Castrioto.

Grupo da IAM da Paróquia Santa Rita. Quer ver outras fotos, clique na imagem

Com a missa o Congresso Diocesano foi encerrado e todos os grupos, em suas paróquias tiveram a oportunidade de acompanhar a homilia do bispo diocesano. Dom Gregório Paixão agradeceu o trabalho realizado pela IAM na Diocese, incentivou as crianças e adolescentes missionários a continuarem seu trabalho, lembrando que o sucesso que podem alcançar e a partir das escolhas que fizerem, frisando a importância de ter uma vida voltada para Deus e dos estudos.

Referindo-se ao evangelho que fala do cego Bartimeu, Dom Gregório Paixão lembra a pergunta que Jesus fez a aquele homem: “o que você quer?”. O bispo afirmou que nós temos que saber o que queremos na vida. “Triste é aquele que não sabe o que quer. Você quer um copo de Guaraná ou um copo de Coca-Cola, tanto faz. Isso não é resposta. Nós temos que saber o que a gente quer ao longo da nossa vida, nós somos livres para escolher, por causa disso a gente tem que saber o que quer quando alguém nos faz uma pergunta e aquele homem sabia perfeitamente por que ele queria. Ele queria enxergar. Esse era o maior sonho daquele homem. Todos nós também trazemos sonhos. Alguns sonhos são difíceis e alguns sonhos são até fáceis, mas nós trazemos sonhos”.

Beth, coordenadora da IAM na Diocese de Petrópolis

Falando para as crianças e adolescentes da IAM. Dom Gregório disse “vocês estão aqui e mesmo sendo poucos representam todos aqueles que fazem parte da infância e adolescência que estão reunidos em nossas paróquias, nos mais diferentes lugares da nossa diocese acompanhando conosco essa celebração e tenho a certeza de que muitos estão com o coração aqui. O que nós queremos através da infância e adolescência missionária é algo muito simples, fazer com que Jesus Cristo seja conhecido e amado. Fazer com que as pessoas experimentem a mesma alegria que nós temos em saber quem é nosso Senhor. Fazer com que a beleza do evangelho de Jesus Cristo chegue ao coração de todos e a melhor maneira que nós temos de fazer com que Jesus Cristo seja conhecido é através do nosso testemunho, através da forma como nós agimos e como nos comportamos”.

O bispo lembrou que todos são amados por Deus e chamados a serem missionários. “Vocês, em primeiro lugar, são cristãos, ou seja, vocês foram batizados e se tornaram filhos de Deus. Essa é a primeira coisa. A segunda coisa vocês são amados por Deus. Deus ama cada um de vocês e ama naturalmente todas as pessoas porque todos são filhos de Deus. A função de vocês é muito importante. Jesus os chamou para que fossem discípulos dele. mas Jesus os colocou no caminho para que testemunhem essa alegria”.

No vídeo abaixo você assisti a missa e pode ouvir a homilia de Dom Gregório Paixão

No vídeo abaixo o encontro da IAM

Fotos e Transmissão: Pascom Paróquia Santa Rita de Cássia e IAM Diocese de Petrópolis

Texto: Rogerio Tosta / Ascom Diocese de Petrópolis

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.