Diocese, Notícias › 29/09/2021

Muticom 2021 reúne mais de 60 agentes em Teresópolis

A Pastoral da Comunicação (Pascom) da Diocese de Petrópolis, com o tema “Os desafios da Pascom pós-pandemia” realizou no dia 26 de setembro, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus em Teresópolis, o 11º Mutirão de Comunicação (Muticom/2021), com a presença do bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB e do assessor diocesano, Padre Alexandre Brandão. Com a presença de mais de 60 agentes, representando a maioria das paróquias da Diocese, o encontro foi o primeiro ocorrido após o início da pandemia causada pela Covid-19.

Seguindo todas as orientações de segurança sanitária, distanciamento social, uso de máscara e álcool em gel, os agentes da Pascom tiveram a oportunidade de trocar experiências sobre o trabalho realizado ao longo de 2020 e no primeiro semestre de 2021. Padre Alexandre Brandão manifestou sua alegria em ver os agentes reunidos e o entusiasmo de todos pelo trabalho, ressaltando a importância da Pascom durante o período da pandemia.

Clique na imagem e veja outras fotos

Dom Gregório Paixão ressaltou o trabalho realizado ao longo da pandemia, lembrando que, assim como os agentes da Pascom, todos os padres tiveram que aprender a lidar com as transmissões, frisando que para alguns, foi um verdadeiro aprendizado. Durante sua colocação, o bispo diocesano chamou atenção para o cuidado com as fake News, lembrando que muitos querem apenas denegrir a imagem da Igreja e criar confusões e que não estão interessados em divulgar o Evangelho de Jesus Cristo.

O bispo diocesano manifestou sua alegria pelo trabalho da Pascom na Diocese de Petrópolis, chegando a afirmar que a igreja diocesana não parou, foi graças ao trabalho realizado por cada agente. Ele ainda disse que muitos agentes, ao longo de 2020, quando tudo estava fechado, se colocavam em risco ao irem para as igrejas ajudar os padres nas transmissões de missa e momentos de oração.

Afirmando que se sentia muito feliz por ver uma Diocese viva, Dom Gregório Paixão pediu aos agentes da Pascom que, mesmo diante de tantas dificuldades, sejam otimistas. Olhem para frente e tenham sempre a alegria de Jesus, lembrando São Paulo, “que mesmo preso numa cadeia romana, passando por todas as dificuldades possíveis e sabendo que ia morrer escreveu aos Filipenses afirmando ‘Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos!”.

O tema do Muticom/2021 foi apresentado pelo Padre Luiz Claudio Winter Spolatori, Vigário Paroquial de Santo Antônio em Teresópolis. Durante a sua apresentação, Padre Luiz Cláudio apresentou diversos questionamentos que todos os agentes e de modo geral a Pascom precisa fazer, principalmente no que diz respeito ao trabalho realizado até o momento e como será daqui para frente.

O padre deixou claro que a Pascom não pode mais ficar apenas na transmissão de missa e precisa ser criativa para continuar evangelizando pelos meios de comunicação. Outra questão apresentada pelo Padre Luiz Cláudio é com relação aos equipamentos utilizados para os trabalhos da comunicação. Segundo ele, um ano depois do início da pandemia, “já deu para aprender e agora é preciso se profissionalizar. Buscar equipamentos que façam uma transmissão com qualidade”.

Ao levar os agentes a questionarem sobre qual o trabalho da Pastoral da Comunicação numa paróquia, Padre Luiz Cláudio frisou que não pode estar resumido a fazer fotos e a fazer live de missa. Ele citou alguns serviços que a Pascom pode contribuir para melhorar a comunicação paroquial, como os avisos, para que sejam atraentes. Outro serviço é promover formação para que os leitores saibam como utilizar o microfone.

O Muticom/2021 contou ainda com duas oficinas: uma sobre equipamentos para transmissão ao vivo e outra sobre fotografia com celular. A primeira foi apresentada por Denis, Paróquia São José do Vale do Rio Preto, que falou sobre os vários tipos de equipamentos que estão sendo utilizados na Paróquia para transmissão. Durante toda sua apresentação, Denis partiu sempre da experiência da Paróquia para mostrar todo caminho percorrido até conseguirem fazer uma transmissão com qualidade e equipamentos eficientes.

A segunda oficina foi apresentada por Bruna Bittencourt, Paróquia Nossa Senhora do Amor Divino, sobre o uso do celular para fotografar. Com dicas práticas, ela mostrou alguns aplicativos que podem ser usados para editar fotos no computador e no celular e como usar bem o aparelho para melhorar a captação de imagens. Ao final do encontro foi apresentada a proposta de realizar encontros on-line com Bruna para que aprofunde mais o uso dos aplicativos.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.