Notícias › 01/02/2017

Missa de desagravo marca reabertura de Igreja em Santo Aleixo

 

A cerca de duas semanas, a capela de São Francisco de Assis na comunidade da Cascata, da Paróquia de Santo Aleixo foi assaltada, o bandido entrou na madrugada pela janela da igreja e levou a âmbula dourada, o sacrário foi arrombado, e as hóstias foram jogadas no chão.

Por conta da ação marginal, as missas foram suspensas por quase duas semanas para que a capela fosse recuperada e na noite desta quinta feira aconteceu uma procissão penitencial seguida de uma missa de desagravo (ação de reparar uma afronta) para reintrodução do Santíssimo.

A celebração foi marcada pela simplicidade e o olhar de alegria da comunidade que aguardava ansiosamente a abertura da capela. A missa foi presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB, concelebrada pelo Pároco de Nossa Senhora da Conceição e Santo Aleixo, Padre João Carlos e também alguns diáconos permanentes do decanato São José de Anchieta.

Em sua homilia, Dom Gregório falou sobre o ato de vandalismo: “Ele se dirigiu ao sacrário, ele arrombou sacrário, e ao encontrar dentro do sacrário aquele que para nós é sagrado, é santo e é Deus, ele diz. Eu prefiro a casca do que o conteúdo, eu prefiro o que me encanta aos olhos do que aquilo que me enche o coração.”

A celebração terminou com uma longa salva de palmas após Jesus, no sacramento da comunhão ser depositado novamente no sacrário da capela de São Francisco de Assis.

Por: Vinicius Cruz
Pascom Santo Aleixo

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.