Diocese, Notícias › 22/03/2021

Bispo diocesano publica orientações para Semana Santa devido ao Covid-19

Com a proximidade da Semana Santa e com o crescimento no número de casos de Covid-19 em toda região que faz parte do território da Diocese de Petrópolis. O bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB, publicou as “Orientações Litúrgicas para a Semana Santa” (Comunicado Dom Gregório – Semana Santa 2021), mantendo em vigor o Decreto Diocesano Número 10 de outubro de 2020 (2020 – Dec. 10 – COVID) com a regras sanitárias de prevenção ao Covid-19.

No comunicado sobre a Semana Santa, o bispo diocesano informa que a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos da Santa Sé se pronunciou sobre a celebração da Semana Santa neste ano de 2021 e concedeu validade, para o presente ano, do decreto que dela emanou em 25 de março de 2020. Seguindo esta orientação, em unidade com o Vaticano e com Igreja Católica no Brasil, Dom Gregório Paixão orienta que a Semana Santa em todo território diocesano seja celebrada com profunda piedade, mantendo todas medidas de segurança sanitária, como uso de máscara no interior da Igreja, retirando apenas no ato da comunhão, uso do álcool em gel e que seja respeitada a lotação de 30% de acordo com a capacidade de cada igreja, mantendo assim o distanciamento social.

(O Comunicado e o Decreto podem ser acessados também na página com a programação da Semana Santa nas paróquias, clicando no banner na página principal do site.)

O bispo lembra ainda que “aqueles que estão impossibilitados de tomarem parte, presencialmente, nas diversas celebrações deste período tão especial para os cristãos católicos, acompanhem as suas transmissões e a elas se unam em preces, com o auxílio dos subsídios disponibilizados no site da Diocese”. Para cada dia da Semana Santa, que se inicia com a celebração do Domingo de Ramos, 28 de abril, concluindo-se com o Domingo de Páscoa, 4 de abril, a Diocese estabeleceu orientações práticas para liturgia das celebrações, como a não realização da procissão de ramos com encenação, lembrando a entrada de Jesus em Jerusalém; na missa do lava pés, na quinta-feira sem a encenação do momento quando Jesus lava os pés dos Apóstolos.

Na sexta-feira santa, quando a Igreja Católica lembra todo o sofrimento e a morte de Jesus Cristo na cruz. A orientação é para que não tenha a procissão de adoração e beijo na cruz. Que este ato seja realizado apenas pelo celebrante e que a cruz seja colocada de forma a permitir aos fiéis a adorar, mas em seus lugares. Neste dia, a Igreja Diocesana vai rezar pelas vítimas do Covid-19, pelos trabalhadores da saúde e pelo fim da pandemia

Para o sábado, quando a Igreja vive a ressurreição de Cristo e normalmente é realizado com grande festa, a orientação é que se mantenha simplicidade e que alguns atos não sejam realizados, como a benção do fogo. Todas as orientações estão disponíveis no site da Diocese podendo ser baixadas por todos os fiéis.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.