Diocese, Notícias › 29/07/2021

Aniversário de ordenação episcopal de Dom Gregório será celebrado domingo

O aniversário de 15 anos de Ordenação Episcopal de Dom Gregório Paixão, OSB, será celebrado domingo, dia 1º de agosto, com missa de ação de graças, às 19h, na Igreja São José do Itamarati. A missa será transmitida pelo canal da Pascom da Diocese de Petrópolis no youtube e pela página no Facebook da Paróquia São José do Itamarati.

Dom Gregório Paixão, OSB, foi ordenado bispo no dia 29 de julho de 2006, sendo nomeado Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Salvador da Bahia, onde ficou exercendo seu ministério episcopal até sua nomeação em outubro de 2012 para Diocese de Petrópolis, quando tomou posse em 16 de dezembro.

Desde sua eleição como bispo, Dom Gregório Paixão tem exercido seu ministério episcopal no cuidado pastoral do povo de Deus, seja em Salvador (Bahia) e na Diocese de Petrópolis. Paralelo ao cuidado pastoral, Dom Gregório vem exercendo diversas funções junto a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), principalmente nas áreas de cultura e educação e mais recentemente, como um dos membros da Comissão do Acordo Santa Sé/Brasil.

Autor de mais de 15 livros, Dom Gregório Paixão tem grande orgulho por algumas obras que estão intimamente ligadas à sua vocação beneditina – São Bento. Um Mestre para o Nosso Tempo e O Mosteiro de São Bento da Bahia – e como bispo de Petrópolis – A Catedral de Petrópolis: Santuário da Memória da Cidade Imperial. Outros títulos fazem parte da coleção de Dom Gregório Paixão como “Como ensinar seu filho a estudar”, “Livro Terço dos Homens” e tantos outros.

Dom Gregório Paixão nasceu em Aracaju em 3 de novembro de 1964. É filho de José Gregório e Josefa Bernadete Paixão Gregório. Possui quatro irmãos, sendo um deles, Dom Henrique Paixão, monge beneditino. Cursou o ensino fundamental e médio no Colégio Salesiano de Aracaju, concluindo-o no Colégio Atheneu Sergipense. Ingressou no Mosteiro de São Bento da Bahia em 1983, professando em 1986.

No Mosteiro de São Bento da Bahia exerceu quase todos os ofícios monásticos, como o de Bibliotecário, Mestre de Coro, Organista, Mestre de Noviços, Ecônomo, Arquivista, Prior, dentre outros. Durante o período de formação monástica cursou Piano e Órgão de Tubos no Instituto de Música da Universidade Católica do Salvador, sendo aluno da pianista Zélia de Araújo Vital. Estudou artes plásticas no atelier do renomado pintor Waldo Robatto, em Salvador.

Em 1987, foi enviado para o Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro a fim de cursar Filosofia e Teologia na Escola Teológica da Congregação Beneditina do Brasil, vinculada ao Pontifício Ateneu de Santo Anselmo, de Roma. Em 18 de julho de 1992 foi ordenado diácono por Dom Ricardo Weberberger, OSB e, em 21 de março de 1993, foi ordenado presbítero por Dom Lucas Cardeal Moreira Neves, O.P..

Dom Gregório é doutor em Antropologia pela Universidade de Amsterdã, na Holanda, à época admitido como aluno externo. Foi Diretor do Colégio São Bento da Bahia e da Faculdade São Bento, assim como da Revista Análise e Síntese. Lecionou Língua Grega, Homilética e Antropologia.

Em 29 de julho de 2006 foi eleito bispo de Fico, na Mauritânia, trabalhando como bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Salvador da Bahia (2006-2012) e no dia 10 de outubro de 2012 o Santo Padre, o Papa Bento XVI, o elegeu bispo da Diocese de Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.