Notícias › 26/10/2015

Teresópolis celebrou Santa Teresa D’Ávila

Neste mês a Paróquia Santa Teresa D`Avila, Decanato São Pio X, celebrou a festa de sua padroeira.

A missa solene de Santa Teresa D`Avila foi celebrada na manhã do dia 15 de Outubro pelo Bispo Diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB e estavam presente também o pároco, Padre Fabiano Motta, Padre André Asthine, Padre Dault Cordeiro, Padre Luis Maria (Arca de Maria), Padre Adilson Assumpção (Paroquia Santa Rita de Cássia – Meudon), Padre Everaldo (Venda Nova), o Diácono Sebastião Lobato, coroinhas, ministros da Eucaristia e a comunidade que lotou a igreja de Santa Teresa D`Avila, localizada no Centro de Teresópolis.

O Pároco Padre Fabiano iniciou a celebração convidando a todos para celebrar a nossa padroeira e receber com alegria o Bispo Diocesano, padres e ministros para iniciar a santa missa.

Dom Gregório convidou a todos para celebrar Santa Teresa D`Avila doutora da igreja e padroeira dos professores, agradeceu a todos que participaram da celebração, em especial aos educadores, que se dedicam na formação para um país melhor.

O Bispo em sua homilia refletiu sobre a vida de Santa Teresa D´Avila: “Quando nós olhamos para o nosso passado, parece que ele está perto de nós e como passou rápido. Como algumas coisas deram certas e outras não, devido as nossas escolhas. Por que quando nós olhamos para a vida de Santa Teresa D`Avila vemos que ela é uma mulher extremamente ligada ao tempo presente. Santa Teresa D`Avila a medida que ela vai recordando sobre suas escolhas vai renovando o seu amor para com o seu Senhor. Interessante perceber o coração desta mulher observando o seu passado, prepara com exatidão sua vida presente. No passado foi feita uma escolha que foi seguir Jesus Cristo desde o início.

Ainda criança, Santa Teresa D´Avila saia de casa com seu irmão porque queria pregar o Evangelho, ela não tinha muita consciência do perigo que estava passando, mas teve a coragem de fugir das muralhas da cidade de Ávila para ir um pouco mais distante para pregar o Evangelho. Santa Teresa D´Avila é uma mulher corajosa, que graças a suas lembranças jamais esqueceu daquilo que era seu sinal. E a sua história se encaixa perfeitamente com o Evangelho do dia: “Eu sou a verdadeira videira e vocês são os ramos.” Jesus é a verdadeira videira porque na sociedade de Jesus e na sociedade em que nós vivemos, muitas são as videiras e sendo falsas nos levando a fazer falsas escolhas, Jesus diz: “Eu sou a verdadeira videira se vocês permanecerem ligados a mim irão resgatar o primeiro amor e perceberão que é no dia-a-dia que está a garantia da vida com Cristo.

Desse modo, Santa Teresa D`Avila não esquecendo jamais do primeiro amor, ela queria ser missionária, mas escolheu a vida carmelita, quem é capaz de sonhar com coisas grandiosas é capaz de empreender perfeitamente as pequenas. E quem é capaz de viver as pequenas verdades é capaz de empreender uma obra universal. Assim foi o coração de Teresa D`Avila, tomando da sua vida que vem da videira verdadeira que é Jesus, ela dá fruto que permanece a mais de 500 anos, vários carmelos e paróquias levam o nome de Santa Teresa D`Avila se tornando exemplo de fé para homens e mulheres”, concluiu Dom Gregório Paixão.

Ao final da santa missa o pároco Fabiano agradeceu a presença do Bispo, dos padres, diácono, ministros, ao vice-prefeito, Márcio Catão e a todos que vieram celebrar a padroeira Santa Teresa D`Avila.

Agradeceu em especial a união dos fiéis das capelas pertencentes à paróquia para a realização da festa e do almoço da padroeira. Que Deus e pela intercessão de Santa Teresa D`Avila possa abençoar a cada um e mais uma vez o meu muito obrigado!

À tarde o Bispo Diocesano, Dom Gregório Paixão, se reuniu com os professores no prédio CEAC, um encontro organizado pela Pastoral da Educação sob a coordenação da Shirley (Paróquia de Santo Antônio Paquequer – Teresópolis e representante do Decanato São Pio X).

No encontro com os professores, Dom Gregório criticou a cartilha do MEC sobre a ideologia de gênero, aos políticos que não respeitam os professores, se manifestando com uma pergunta: “Cadê a pátria educadora?”

“Os políticos não estão ajudando os educadores com seus exemplos, estamos vivendo em uma sociedade imoral, pois quem deveria dar o exemplo não faz. É inadmissível que um professor não seja reconhecido pelo seu valor nesta sociedade e mencionou a crise em que o nosso município passa, onde os professores (servidores públicos) não estão recebendo o salário em dia.

Dom Gregório, encerrou a palestra com uma historinha, dizendo que não devemos tratar a ingratidão com revolta, devemos lutar por um país melhor, não perder as esperanças, fazer a nossa parte como educadores cristãos, dando a sociedade frutos positivos e que o bem precisa imperar e o mal deve ser superado, “a ceifa é amarga, mas os frutos são doces, lutemos para dar de nós essa melhor parte e que Deus nos abençoe e proteja.”

Alguns professores aproveitaram o momento e falaram dando exemplo da difícil missão, da luta diária de um educador para conseguir coisas lindas dos alunos que são o nosso futuro. Outros professores deram exemplos da falta de união por parte de alguns grupos, e que devem ter mais atitudes. Encerram refletindo que o maior exemplo de educador foi Jesus Cristo, que mesmo com suas lutas não desistiu, assim deve ser o educador cristão.

Quem tiver o interesse de participar da Pastoral da Educação basta procurar a Shirley Tayt-Sohn representante do Decanato São Pio X em nossa cidade (Teresópolis), as reuniões acontecem sempre no último sábado de cada mês as 16h00 na Paróquia de Santo Antônio no bairro do Alto.

A festa de Santa Teresa D Ávila terminou no domingo, dia 18, a comunidade e visitantes compareceram durante os nove dias de festa com as barraquinhas, o parquinho de diversão, shows de vários ministérios, show com a Banda Shalom, Frutos de Medjugorge, Heder Souza, Marcela Siesler, o almoço no CEAC organizado pelas Capelas que são de jurisdição da paróquia mostrando unidade entre os irmãos.

O primeiro Congresso das Crianças com atividades para proporcionar momentos com brincadeiras, diversão, interação com a juventude que realizou para as crianças o teatro dos heróis com o herói dos heróis que é Jesus Cristo, o momento mariano e encerramento com a santa missa celebrada pelo Padre Adilson de Assumpção.

As atividades religiosas com a recitação dos terços da misericórdia e mariano e também a realização de diversas missas com o nosso Pároco Padre Fabiano Motta, Padre André Asthine celebrando no dia de Nossa Senhora Aparecida, Padre Dault Cordeiro e Padre Luis Maria e por padres convidados como: Monsenhor Antônio Motta que celebrou no primeiro dia de festa da padroeira, Padre Thiago de Freitas, Padre Jorge Luis e Padre Manoel Gouvêa realizando com sucesso a programação dos festejos de Santa Teresa D’Avila.

 

E no dia da Padroeira, 15 de Outubro as missas foram celebradas pelo Bispo Dom Gregório Paixão e Monsenhor Paulo Daher convidando a todos para celebrar Santa Teresa D Ávila doutora da igreja e padroeira dos professores, intenção da santa missa em especial para os educadores (professores), que se dedicam na formação para um país melhor.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.