Padres da Diocese de Petrópolis são enviados como missionários para África e Amazônia

Aproveitando o Ano Missionário Diocesano e ainda envio de dois sacerdotes – Padre Alexander de Brito Silva, 37 anos, e Padre Fabiano Motta, 39 – como missionários, o Clero Diocesano da Diocese de Petrópolis, reunido entre os dias 3 e 6 de fevereiro, aprofundou o tema da missão durante o Curso de Atualização. Dom Gregório Paixão, OSB, Bispo da Diocese de Petrópolis, explicou que a Diocese atende ao chamado do Papa Francisco para enviar missionários aos locais mais necessitados e os dois sacerdotes vão para África e Amazônia ajudar na evangelização, mas também nas obras sociais.
O orientador do Curso foi o diretor da Pontifícias Obras Missionárias (POM), Padre Maurício Jardim, que falou sobre o tema da missionariedade como natureza da própria Igreja, não reduzida a uma dimensão ou parte da nossa vida.
O Ano Missionário Diocesano teve início em outubro de 2019 e o objetivo é que ações deste ano passe a fazer parte do Plano Pastoral. Durante todo este período todas as 47 paróquias, pastorais, movimentos, comunidades de vida consagrada e as casas religiosas femininas e masculinas devem promover suas atividades no espírito da missão.
Dom Gregório Paixão, OSB, Bispo da Diocese de Petrópolis, disse que, assim como os padres durante o Curso de Atualização aprofundaram o tema da missionariedade da Igreja, é desejo que todos os leigos também aprofundem o tema “pois todos os batizados são chamados a ser missionário em todos os ambientes onde vive”.
O coordenador do Conselho Missionário Diocesano (Comidi), Padre Jovane da Rosa Carmo falou sobre a missão da Igreja e o compromisso de todo batizado ser discípulo/missionário de Jesus Cristo, disse que ser missionário não é uma atividade a mais ou de um grupo, mais uma missão de cada batizado. “Espero que nesse Ano Missionário Diocesano cada um de nós, padres e leigos compreendamos que a missão não é atividade de um grupo, mas faz parte da vida de cada batizado. Neste ano teremos poucas atividades Missionárias na Diocese no quesito ‘Evento’, pois as maiores atividades que podemos realizar estão presentes na nossa vida, presentes em nosso dia a dia, onde somos chamados a anunciar Jesus com nossa vida e testemunho”.
O bispo lembrou que, desde o ano passado a Diocese, por meio do Conselho Missionário Diocesano, elabora e divulga para todos as paróquias, fiéis e pessoas que desejam material de formação para viver o Ano Missionário Diocesano e para ajudar no trabalho missionário. Esta sendo produzido um folheto (Dominus – Caminhos da Evangelização), vídeos gravados com sacerdotes (Caminhos da Evangelização), divulgação de material da POM e ainda vídeos com histórias e tendo como referência passagens bíblicas gravado por Dom Gregório Paixão. Todo material é divulgado pelas redes sociais (twitter, instagram, facebook, whatsApp, youtube, podcast) da Diocese e publicado no site www.diocesepetropolis.com.br.
Dom Gregório Paixão explica que, desta maneira todo material produzido chega mais rápido as pessoas, que fazem o compartilhamento entre seus grupos e páginas. O assessor diocesano de comunicação da Diocese, Padre Alexandre Brandão disse que ao utilizar todos estes meios para evangelizar e divulgar o material atingimos muito mais rápido um grande número de pessoas em pouco tempo. “Estamos em unidade com o Vaticano e a Igreja no Brasil que vem utilizando estes mesmos meios para levar o anúncio do Evangelho as pessoas e muitas que recebem estes materiais, com toda certeza, são tocadas de alguma maneira a ter um encontro pessoal com Cristo”, comentou Padre Brandão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *