Notícias › 03/11/2015

Dom Gregório: “Nossa vida não se limita as décadas, mas a eternidade”

O Bispo de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, OSB, presidiu a Missa de finados, dia 2 de novembro, na Capela do Cemitério Municipal de Petrópolis, que contou com a participação de mais de 300 pessoas. A missa aconteceu na parte da manhã e foi concelebrada pelo pároco da Igreja do Sagrado Coração de Jesus, Frei Ângelo.

Em sua homilia, Dom Gregório Paixão lembrou que Jesus teve os mesmos sentimentos que temos quando estamos diante das pessoas que morreram. “Jesus nos ensinou que precisamos ter sentimentos profundos em relação às pessoas. Por isso choramos pelos nossos defuntos por que se assim não fizéssemos a vida não teria sentido”.

O bispo de Petrópolis lembrou que antecipamos o céu em nossas vidas quando nos colocamos a serviço dos irmãos, “quando antecipamos a justiça, quando somos puros. Devemos sim, antecipar a eternidade aqui, nos anos que temos de vida”. Ainda segundo o bispo, o ser humano precisa dar um passo seguro, “pois nossa confiança é que nossa vida não se limita as décadas, mas a eternidade”.

Após a missa, Dom Gregório Paixão visitou o túmulo dos padres falecidos, onde rezou por eles, manifestando o desejo de que os restos mortais dos sacerdotes sejam colocados em local digno na Diocese. Durante todo o dia de finados, foi grande o número de pessoas que visitaram o túmulo dos padres falecidos, sendo o mais visitado, o Padre Quinha, sepultado no Cemitério de Itaipava.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.