APOSTOLADO DA ORAÇÃO

REDE MUNDIAL DE ORAÇÃO DO PAPA

O Apostolado da Oração (AO) é, antes de tudo, fazermo-nos interiormente disponíveis para a missão de Cristo. Esta disponibilidade tem como sua fonte e modelo Jesus Cristo entregue a nós e por nós, que se nos faz presente continuamente na Eucaristia. Receber a Sua vida leva-nos, reconhecidos, a oferecer diariamente a nossa própria vida ao Pai.

O Apostolado da Oração é um caminho espiritual que a Igreja propõe a todos os cristãos para os ajudar a ser amigos e apóstolos de Jesus Ressuscitado na vida diária e despertar neles a capacidade missionária. Leva-os a uma aliança de amor pessoal com Ele, simbolizada no seu Coração.

O Apostolado da Oração é uma rede mundial de oração a serviço dos desafios da humanidade e da missão da Igreja, expressos nas intenções mensais de oração do Papa. Rezar por estas intenções abre-nos os olhos e o coração à dimensão do mundo, fazendo nossas as alegrias e esperanças, as dores e os sofrimentos de todos os nossos irmãos e irmãs.

Como se põe em prática o caminho do Apostolado da Oração?

1- Três atitudes diárias:

O ritmo diário de oração tem pelo menos três momentos específicos. Para vivê-los, a pessoa vai escolher a modalidade que lhe inspire maior gosto espiritual e lhe ajude a estar mais disponível ao Senhor Ressuscitado. Pode-se recorrer a uma imagem de Jesus ou um crucifixo, pode ser num lugar especial em sua casa, pode ser recitando uma oração sugerida, pode ser usando meios digitais, etc.

– Com Jesus pela manhã: Ao iniciar o dia, num momento de silêncio, faço-me presente diante de Jesus Ressuscitado que está comigo. Peço ao Pai que me faça disponível à missão do Seu Filho para este novo dia, oferecendo o que sou e o que tenho. Posso expressar este oferecimento usando palavras minhas ou recorrendo a uma oração de oferecimento escrita. Peço ao Espírito Santo que abra o meu coração às necessidades e desafios da humanidade e da missão da Igreja, e rezo por eles segundo as intenções do Papa para este mês.

– Com Jesus durante o dia: Em vários momentos ao longo do dia, em caminho ou em repouso, em casa ou no trabalho, tomo consciência de estar na presença do Senhor e renovo-lhe a minha disponibilidade “para trabalhar com ele de dia e vela com Ele de noite” (Exercícios Espirituais de Santo Inácio, 93).

– Com Jesus à noite: No final do dia, num momento de silêncio, peço ao Espírito Santo que me ajude a reconhecer a presença de Jesus comigo durante esse dia, e agradeço. Pergunto-me de que modo fui disponível à sua missão e também agradeço. Vejo como fui obstáculo à sua ação na minha vida e peço-Lhe que, na sua misericórdia, transforme o meu coração. Peço-Lhe ajuda para viver outro dia unido a Ele. Jesus dá-me a sua bênção.

Quer conhecer mais sobre o Apostolado da Oração clique aqui