Diocese, Notícias › 03/11/2020

Dom Gregório: “A missão é fazer chegar a todas as pessoas a Palavra de Deus”

Dom Gregório Paixão: “Nosso Deus é da vida e não da morte”

O Ano Missionário Diocesano foi encerrado, no dia 31 de outubro, em missa celebrada no Ginásio Jesus, Maria e José, na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, Raiz da Serra. A missa foi presidida pelo bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB e concelebrada pelo coordenado do Conselho Missionário Diocesano, Padre Jovane Carmo, pelo Pároco de Raiz da Serra, Padre Thiago de Freitas, pelo Vigário Geral da Diocese, Monsenhor José Maria Pereira e por diversos sacerdotes.

Cumprindo as orientações sanitárias, além do distanciamento social e obrigatoriedade do uso de máscara e álcool gel, o número de fiéis na celebração foi restrito. Com representantes de todas as regiões da Diocese de Petrópolis, Dom Gregório Paixão ressaltou a importância da missão para anunciar o Cristo e o Padre Jovane destacou que “na verdade não é o encerramento, pois a missão continua”.

Fiéis respeitaram as orientações sanitárias

Em sua homilia, o bispo diocesano falou sobre uma das mulheres que morreram no atentado na França, na semana passada, lembrando a sua trajetória de vida e principalmente, as últimas palavras antes de morrer, quando pediu para dizer aos filhos que os amava. O bispo contou que ela ia todos os dias para agradecer a Deus, pois ali sabia que encontrava um amigo que lhe era fiel “Jesus Cristo e tinha na Virgem Maria o testemunho para acreditar em Deus e não desistir de seus sonhos”.

O bispo lembra que essa mulher estava na Igreja, quando foi agredida por um homem que com a força de uma faca esfaqueou o sacristão e outra mulher e dizia que fazia isto em nome de Deus. “Infelizmente, ao contrário daquela mulher, ele não conhecia o coração de Deus, que é de amor e misericórdia. Nosso Deus é da vida e não da morte”

Pe. Jovane disse que a missão continua na Igreja

Fazendo uma relação com o evangelho do dia, Dom Gregório Paixão afirmou que “hoje, mais do que nunca é fundamental que nós entendamos que a nossa missão significa resgatar esse mundo tão enlouquecido. Deus quer que nós vivemos em unidade”, lembrando a perseguição que muitos cristãos sofrem e os muitos que perdem suas vidas.

O bispo afirmou ainda que “a missão é fazer chegar a todas as pessoas, pelo nosso testemunho, a Palavra de Deus. A missão é exatamente isso, fazer com que através do nosso testemunho de vida, por que fomos transformados pelo senhor, pela alegria de conhece-lo, pela alegria de amá-lo, por saber que Ele é Deus, que Ele venho a esse mundo para salvar a humanidade e que, de modo especial, saber que ele é o único Senhor. Pela força do Espírito Santo nós damos testemunho de Jesus Cristo”.

Fotos: Pascom da Paróquia de Raiz da Serra

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.