Artigos, Notícias › 30/08/2016

Setembro: mês da Bíblia e do cuidado com a criação

No inicio de setembro, temos grandes motivos para celebrar a vida, pois iniciamos o Mês da Bíblia, que este ano no Brasil tem como tema “Para que n ́Ele nossos povos tenham vida” e o lema “Praticar a justiça, amar a misericórdia e caminhar com Deus”, trazendo como proposta de estudo o livro do profeta Miqueias.

No dia 1º de setembro celebramos o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, instituído pelo Papa Francisco ano passado em comunhão com a Igreja Ortodoxa, que celebra este dia desde 1989. Neste dia tem inicio o “Tempo da Criação”, terminando no dia 4 de outubro, festa de São Francisco de Assis. É um período para reflexão, meditação e ações em prol da Casa Comum a todos os povos, a Terra.

Neste início de setembro, teremos a canonização de Madre Teresa de Calcutá no dia 4 de setembro, na Praça São Pedro, no Vaticano. Madre Teresa doou a sua vida em prol dos mais necessitados, daqueles abandonados nas ruas de Calcutá, que muitas vezes tinham apenas o seu colo, seu sorriso e seu amor antes da morte.

Na Diocese de Petrópolis, neste mês, no dia 7 de setembro, acontece o evento “A vida pede independência”, com missa celebrada em frente ao prédio da Câmara Municipal de Petrópolis, com adoração ao Santíssimo. Este evento é promovido pela Comissão Diocesana pela Vida, pela Frente Parlamentar pela Defesa da Vida e pela Comunidade Católica Jesus Menino, que vem dedicando seu ministério contra todo tipo de agressão à vida.

E qual a relação que tem estes acontecimentos, simples, a criação, da qual todos os seres humanos, homens e mulheres, animais e vegetais, fazem parte. E cabe ao ser humano, a quem lhe foi dado por Deus o dom de cuidar de tudo e tirar para subsistência o que precisar, cuidar para que a criação não seja destruída. Para isto, é preciso cuidar da Casa Comum, como afirma o Papa Francisco, o planeta Terra.

A leitura da Sagrada Escritura nos leva a compreender o amor de Deus para com o ser humano e tudo que existe sobre a terra, pois toda criação saiu de seu coração, de seu infinito amor. Por isso, o Papa Francisco unindo-se a Igreja Ortodoxa instituiu o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado com a Criação. Ela chama atenção que, cuidar da vida humana é cuidar do ambiente em que vivemos da Casa Comum. Somos todos responsáveis pelo que acontece no planeta terra e também responsáveis por salvarmos a terra da morte que a estamos condenando ao não cuidar do ambiente que vivemos.

Madre Teresa de Calcutá compreendeu bem isto e cuidou do bem mais importante do ambiente que vivemos, o ser humano. Ela não teve dúvidas de que ao cuidar de um pobre abandonado na rua estava cuidando do próprio Cristo, que é vida, vida em abundância. Assim como Cristo, Madre Teresa de Calcutá teve um olhar carinhoso para aqueles que são imagem e semelhança de um Deus que é amor. Por isso, a sua canonização é um celebrar a vida, é celebrar um Deus apaixonado pelo ser humano e a data de sua canonização não poderia ser melhor, pois está dentro do “Tempo da Criação”.

Rogerio Lima Tosta
Agente da Pascom

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.