Notícias › 11/08/2016

Primeiro fórum das Pastorais Sociais da Cidade de Petrópolis

Na tarde do dia 6 de agosto, aconteceu no salão paroquial do Santuário Nossa Senhora do Amor Divino (Corrêas), um fórum com representantes das pastorais sociais, com a presença de 32 agentes das pastorais: criança, caridade, carcerária, sobriedade, saúde, pastoral do povo de rua, pastoral da AIDS e da pessoa idosa.

Esse fórum já foi realizado em outras cidades da nossa diocese tem como objetivo principal o conhecimento dos agentes na doutrina social da Igreja, nos aspectos que falam mais intensamente sobre a caridade, fonte e base de todo trabalho das pastorais sociais. Outro objetivo é ajudar os participantes a descobrir os meios legais e direitos de que cada pastoral tem para o auxilio de suas atividades pastorais, quais benefícios as entidades governamentais oferecem para o auxilio dessas atividades.

Mesmo já tendo realizado em outras cidades da diocese o fórum teve a participação de membros das seguintes regiões: Magé , Areal, Posse, Teresópolis, Raiz da Serra, Carangola , Corrêas , Cascatinha , Mosela , Quitandinha.

Alguns testemunhos dos participantes:

“O Encontro se baseou em duas dimensões fundamentais para as pastorais sociais: Os documentos da Igreja quem falam sobre a caridade e também questões práticas em relação à legislação social, tudo isso, mas o momento de conversa e partilha fortalece o ânimo para o trabalho de cada pastoral social.” (Mayara Affonso – Pastoral da Caridade – Catedral São Pedro de Alcântara)

“É importante despertarmos que a caridade social é irrenunciável à Igreja. A exemplo do Bom samaritano, que tem compaixão e atitudes corretas, somos chamados a acolher, escutar e ajudar os que sofrem e lutar por políticas públicas que garantam realmente os direitos aos pobres!” (Frei Marcelo – Teresópolis)

“O fórum das pastorais sociais foi muito proveitosa, tivemos a oportunidade de vivenciar a comunhão com as outras pastorais e partilhamos as alegrias, tristezas, mas também a força da unidade desta igreja de Cristo, vivendo a caridade e o amor. Agradeço a presença do Pe. Rafael, a assistente social da diocese que nos esclareceu o quanto podemos ajudar no conhecimento das políticas sociais” (Bet Borges – Pastoral da Saúde – Santuário Nossa Senhora do Amor Divino)

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.