Penúltimo dia da JDJ Magé 2018 – da catequese até o momento Mariano.

JDJ 28 07 2018 Catequese

Clique na imagem para acessar o album completo

Neste sábado, terceiro e penúltimo dia de JDJ, os jovens puderam apreciar as catequeses que foram distribuídas em quatro pontos de Magé. Na Igreja Matriz, a catequese foi com Dom Gregório Paixão (OSB). Ele usou o documento  “Os jovens, a Fé e o Discernimento Vocacional” ,o qual será lançado ainda este ano, para falar do discernimento vocacional da juventude.

O Bispo alertou os jovens para discernirem sua vocação enquanto cedo, tanto  vocação religiosa quanto a vida profissional. Ele disse que a juventude é a idade da decisão e é fundamental discernir a vocação. O bispo falou sobre o discernimento, que começa no seio familiar, que é quando a criança ainda esta se formando, para que na juventude, o jovem tenha boas bases para fazer a sua escolha vocacional.

“Na alegria eu escolhi, na tristeza eu vou perseverar […] lute para se realizar quanto pessoa” Dom Gregório Paixão falou sobre a luta pela perseverança na vocação escolhida. Este mesmo tema foi passado nas outras três catequeses pelos palestrantes, Padre Tiago Rio da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Padre Julinho e Padre Gabriel Costa.

JDJ 28 07 2018 Festival da Juventude

Clique na imagem e veja o álbum de fotos

Ainda neste dia, a Igreja Matriz foi aberta para a exposição de arte sacra. Padre Rodrigo Alberti foi o responsável por trazer a exposição. Ele relata que o objetivo da exposição é “divulgar o patrimônio cultural  e material da Matriz, juntamente com toda arte que envolve a arte religiosa”. As esculturas, paramentos são do século XVIII.

Após o festival da juventude, houve o momento mariano, conduzido pela Comunidade Magnificat, e em seguida a vigilia e com a presença de Eugênio Jorge e Emanuel Stênio. A benção do Santissímo foi na praça e encerrou a vigilia.

JDJ 28 07 2018 Momento Mariano

Clique na imagem para acessar o album completo

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.