Notícias › 13/09/2017

Organizadores comemoram sucesso do simpósio da BNCC em Teresópolis

WhatsApp Image 2017-09-04 at 08.54.09Cerca de 200 pessoas entre educadores, religiosos, pais e responsáveis participaram do Simpósio Base Nacional Comum Curricular que aconteceu no Centro Pastoral e Social da Paróquia de Santo Antônio, em Teresópolis. O evento teve como principal meta apresentar a esse público diretamente interessado na questão os detalhes sobre a implantação da nova base e algumas disparidades com a realidade educacional do país.

Foram realizadas quatro plenárias com especialistas do assunto, como o professor Felipe Nery, que abriu o evento falando sobre os conceitos de competências e habilidades da BNCC.  Já a professora Andreia Medrado trabalhou o tema “História e Panorama da Educação Brasileira”. O médico Tiago Stefanon abordou as perspectivas e o desenvolvimento de currículo dentro da BNCC. Por fim, Neri e Medrado voltaram à mesa para discorrer sobre a Ideologia de Gênero na BNCC.

Além de atrair a atenção da classe educacional, o evento também contou com participação de políticos, como o deputado federal Zé Augusto Nalim, dos vereadores Felipe Baltazar, do município de São José do Vale do Rio Preto; Leandro Rodrigues, de Magé; e dos vereadores Leonardo Vasconcelos e Claudia Lauand, da Câmara de Teresópolis. O presidente da Câmara Municipal de Petrópolis, Paulo Igor, enviou assessores para acompanhar os trabalhos.

Um dos idealizadores do evento, Padre Leonardo Tassinari, de Magé, destacou a importância de estarmos antenados nos assuntos “Para não sermos mais uma vez enganados por aqueles que não possuem compromissos com a verdade”. Ele Incentivou a criação de grupos de estudo e se comprometeu a continuar trabalhando por uma sociedade mais justa e honrada.

Para o professor Leandro Soares, fundador da Comunidade Mãe do Verbo Divino e também organizador do simpósio, metas foram atingidas. “O simpósio alcançou seu objetivo em trazer as informações necessárias sobre a Base Nacional Comum Curricular. Sobretudo apresentar aos professores, pais e a classe política os riscos que corremos de haver a implantação obrigatória de um sistema único de educação Então avaliamos como muito positivo e pretendemos melhorar ainda mais as estruturas para o próximo, com entusiasmo e animo, principalmente pelo retorno positivo dos participantes, o que nos motiva a continuar nessa linha, nesse projeto”, comemora.

Após o dia inteiro de trabalho ficou decidido que haverá um grupo de estudos para acompanhar o desenvolvimento da aplicação da BNCC na região da Diocese de Petrópolis.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.