Diocese, Notícias › 01/04/2019

Monsenhor Paulo Daher foi sepultado no Cemitério de Petrópolis

Clique na imagem e veja o álbum de fotos

Na tarde de domingo (31/03), o corpo do Monsenhor Paulo Elias Daher Chédier, 87 anos, foi sepultado no Cemitério Municipal de Petrópolis, no túmulo dos padres da Diocese, após a missa solene de corpo presente, presidida pelo bispo diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB e concelebrada por mais de 60 padres da Diocese e de outras regiões do Estado. Mais de 1500 pessoas acompanharam o velório do Monsenhor Daher, iniciado na noite de sábado, às 19h, na Capela do Colégio Vicentino Santa Isabel, onde dedicou mais de 20 anos de trabalho atendendo os alunos.

Um dos momentos emocionantes do cortejo fúnebre foi quando passou em frente à Praça da Liberdade e as pessoas que estavam assistindo jogo e ouvindo música no Rink Marowil aplaudiram o momento em que o caixão, com corpo do Monsenhor Paulo Daher passou em frente a eles. Durante todo o cortejo, da Catedral até o Cemitério Municipal, foram diversas as manifestações de carinho ao Monsenhor, um sacerdote que desde 1955 dedicou seu ministério à Diocese, inicialmente no Seminário Diocesano, por 11 anos e depois como pároco da Paróquia Catedral São Pedro de Alcântara por 19 anos e nos 64 anos de vida sacerdotal a Educação e as famílias, sempre com olhar para os mais carentes.

Clique na imagem e veja outras fotos

Em sua homilia, na missa celebrada na Catedral, às 15h, Dom Gregório Paixão ressaltou o trabalho sacerdotal de Monsenhor Paulo Daher, sua dedicação as 29 escolas paroquial e preocupado com a formação musical das crianças, criou o Espaço Artístico “que será mantido”. O bispo ressaltou ainda a forma discreta como sempre atuou, procurando atender a todos, testemunhando com a vida a opção que fez que foi o amor de Cristo.

Na missa celebrada na manhã de domingo, na Capela do Colégio Santa Isabel, o reitor do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino, Padre Luiz Henrique recordou o período em que Monsenhor Paulo Daher foi diretor espiritual e professor dos seminaristas. Destacando seu carinho para com a instituição e principalmente com os seminaristas que fazia questão de estar perto sempre que podia.

Clique na imagem e veja o álbum de fotos

Este testemunho foi manifestado na mensagem enviada a Diocese pelo bispo de Uberlândia, Dom Paulo Machado. “Daqui de Uberlândia apresento minhas condolências pelo falecimento do amigo Paulo Daher. A vitória é dos que estão unidos a Cristo e à sua Igreja. Rezo pelo meu primeiro diretor espiritual e pela Diocese”.

Outras manifestações foram realizadas nas redes sociais com testemunhos de pessoas que retornaram a Igreja pelo testemunho e ensinamento do Monsenhor Paulo Daher. Dom Gregório Paixão contou que uma senhora lhe procurou para dizer que retornou a Igreja graças às palavras do Monsenhor Daher.

Clique na imagem e veja o álbum de fotos

O pároco da Catedral, Padre Adenilson Ferreira, ao celebrar a missa de 11h30 de corpo presente, falou do trabalho que Monsenhor Paulo Daher realizou quando pároco da Catedral. Aproveitando o evangelho da liturgia do dia, frisou que Monsenhor fez sempre a escolha por testemunhar o amor de Deus entre os irmãos. Padre Adenilson, assim como diversas pessoas, destacou a importância dele na vida de muitos e que a melhor homenagem ao Monsenhor Daher é viver tudo que ele ensinou.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.