Liturgia diária › 17/11/2018

Ano B – Sábado da 32ª Semana do TC – Evangelho – Lc 6,27-38

Liturgia da Horas
Ofício da Semana do Tempo Comum
Ofício das Leituras – Laudes – Terça – Sexta – Nona – Vésperas – Completas

Leituras do dia

1ª Leitura – 1Jo 3,14-18

Leitura da Primeira Carta de São João 3,14-18

Caríssimos:
14Nós sabemos que passamos da morte para a vida,
porque amamos os irmãos.
Quem não ama, permanece na morte.
15Todo aquele que odeia o seu irmão é um homicida.
E vós sabeis que nenhum homicida
conserva a vida eterna dentro de si.
16Nisto conhecemos o amor:
Jesus deu a sua vida por nós.
Portanto, também nós devemos dar a vida pelos irmãos.
17Se alguém possui riquezas neste mundo
e vê o seu irmão passar necessidade,
mas, diante dele fecha o seu coração,
como pode o amor de Deus permanecer nele?
18Filhinhos, não amemos só com palavras e de boca,
mas com ações e de verdade!
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 33(34),2-3.4-5.6-7.8-9.10-11 (R. 2a ou 9a)

R. Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo!
Ou:
Provai e vede quão suave é o Senhor!

2Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, *
seu louvor estará sempre em minha boca.
3Minha alma se gloria no Senhor; *
que ouçam os humildes e se alegrem! R.

4Comigo engrandecei ao Senhor Deus, *
exaltemos todos juntos o seu nome!
5Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, *
e de todos os temores me livrou. R.

6Contemplai a sua face e alegrai-vos, *
e vosso rosto não se cubra de vergonha!
7Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, *
e o Senhor o libertou de toda angústia. R.

8O anjo do Senhor vem acampar *
ao redor dos que o temem, e os salva.
9Provai e vede quão suave é o Senhor! *
Feliz o homem que tem nele o seu refúgio! R.

10Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, *
porque nada faltará aos que o temem.
11Os ricos empobrecem, passam fome, *
mas aos que buscam o Senhor não falta nada. R.

Evangelho – Lc 6,27-38

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 6,27-38

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
27A vós que me escutais, eu digo:
Amai os vossos inimigos
e fazei o bem aos que vos odeiam,
28bendizei os que vos amaldiçoam,
e rezai por aqueles que vos caluniam.
29Se alguém te der uma bofetada numa face,
oferece também a outra.
Se alguém te tomar o manto,
deixa-o levar também a túnica.
30Dá a quem te pedir
e, se alguém tirar o que é teu,
não peças que o devolva.
31O que vós desejais que os outros vos façam,
fazei-o também vós a eles.
32Se amais somente aqueles que vos amam,
que recompensa tereis?
Até os pecadores amam aqueles que os amam.
33E se fazeis o bem somente aos que vos fazem o bem,
que recompensa tereis?
Até os pecadores fazem assim.
34E se emprestais
somente àqueles de quem esperais receber,
que recompensa tereis?
Até os pecadores emprestam aos pecadores,
para receber de volta a mesma quantia.
35Ao contrário, amai os vossos inimigos,
fazei o bem e emprestai
sem esperar coisa alguma em troca.
Então, a vossa recompensa será grande,
e sereis filhos do Altíssimo,
porque Deus é bondoso também
para com os ingratos e os maus.
36Sede misericordiosos,
como também o vosso Pai é misericordioso.
37Não julgueis e não sereis julgados;
não condeneis e não sereis condenados;
perdoai, e sereis perdoados.
38Dai e vos será dado.
Uma boa medida, calcada, sacudida, transbordante
será colocada no vosso colo;
porque com a mesma medida com que medirdes os outros,
vós também sereis medidos.’
Palavra da Salvação.