Liturgia diária › 20/05/2018

Ano B – Domingo de Pentecostes da Páscoa – Evangelho – Jo 7,37-39

Liturgia da Horas
Ofício Solene Próprio
Ofício das Leituras – Laudes – Terça – Sexta – Nona – Vésperas – Completas

Liturgia da Missa
Cor: Branca – Missa com Sequência e Prefácio Próprio.

Leituras

1ª Leitura

Facultativas:  (estarão todas ao final da página)
Ex 19,3-8a.16-20b
Ez 37,1-14
Jl 3,1-5

Leitura do Livro do Gênesis 11,1-9

1Toda a terra tinha uma só linguagem
e servia-se das mesmas palavras.
2E aconteceu que, partindo do oriente,
os homens acharam uma planície na terra de Senaar,
e ali se estabeleceram.
3E disseram uns aos outros:
‘Vamos, façamos tijolos e cozamo-los ao fogo’.
Usaram tijolos em vez de pedra,
e betume em lugar de argamassa.
4E disseram: ‘Vamos, façamos para nós uma cidade
e uma torre cujo cimo atinja o céu.
Assim, ficaremos famosos,
e não seremos dispersos por toda a face da terra’.
5Então o Senhor desceu para ver a cidade e a torre
que os homens estavam construindo.
6E o Senhor disse: ‘Eis que eles são um só povo
e falam uma só língua.
E isto é apenas o começo de seus empreendimentos.
Agora, nada os impedirá de fazer o que se propuserem.
7Desçamos e confundamos a sua língua,
de modo que não se entendam uns aos outros’.
8E o Senhor os dispersou daquele lugar
por toda a superfície da terra,
e eles cessaram de construir a cidade.
9Por isso, foi chamada Babel, porque foi lá
que o Senhor confundiu a linguagem de todo o mundo,
e de lá dispersou os homens por toda a terra.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 103,1-2a.24.35c.27-28.29bc-30 (R.30)

R. Enviai o vosso Espírito, Senhor,
e da terra toda a face renovai.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

1Bendize, ó minha alma, ao Senhor!*
Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande!
2De majestade e esplendor vos revestis
e de luz vos envolveis como num manto.R.

24Quão numerosas, ó Senhor, são vossas obras,*
e que sabedoria em todas elas!
Encheu-se a terra com as vossas criaturas.*
35cBendize, ó minha alma, ao Senhor!R.

27Todos eles, ó Senhor, de vós esperam*
que a seu tempo vós lhes deis o alimento;
28vós lhes dais o que comer e eles recolhem,*
vós abris a vossa mão e eles se fartam.R.

29Se tirais o seu respiro, eles perecem*
e voltam para o pó de onde vieram;
30enviais o vosso espírito e renascem*
e da terra toda a face renovais.R.

2ª Leitura – Rm 8,22-27

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 8,22-27

Irmãos:
22Sabemos que toda a criação, até ao tempo presente,
está gemendo como que em dores de parto.
23E não somente ela, mas nós também,
que temos os primeiros frutos do Espírito,
estamos interiormente gemendo,
aguardando a adoção filial
e a libertação para o nosso corpo.
24Pois já fomos salvos, mas na esperança.
Ora, o objeto da esperança
não é aquilo que a gente está vendo;
como pode alguém esperar o que já vê?
25Mas se esperamos o que não vemos,
é porque o estamos aguardando mediante a perseverança.
26Também, o Espírito vem em socorro da nossa fraqueza.
Pois nós não sabemos o que pedir, nem como pedir;
é o próprio Espírito que intercede em nosso favor,
com gemidos inefáveis.
27E aquele que penetra o íntimo dos corações
sabe qual é a intenção do Espírito.
Pois é sempre segundo Deus
que o Espírito intercede em favor dos santos.
Palavra do Senhor.

Evangelho – Jo 7,37-39

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 7,37-39

37No último dia da festa, o dia mais solene,
Jesus, em pé, proclamou em voz alta:
‘Se alguém tem sede, venha a mim, e beba.
38Aquele que crê em mim, conforme diz a Escritura,
rios de água viva jorrarão do seu interior.’
39Jesus falava do Espírito,
que deviam receber os que tivessem fé nele;
pois ainda não tinha sido dado o Espírito,
porque Jesus ainda não tinha sido glorificado.
Palavra da Salvação.

Primeira Leitura Facultativas:

Leitura do Livro do Êxodo 19,3-8a.16-20b

Naqueles dias:
3Moisés subiu ao encontro de Deus.
O Senhor chamou-o do alto da montanha, e disse:
‘Assim deverás falar à casa de Jacó
e anunciar aos filhos de Israel:
4Vistes o que fiz aos egípcios,
e como vos levei sobre asas de águia
e vos trouxe a mim.
5Portanto, se ouvirdes a minha voz
e guardardes a minha aliança,
sereis para mim a porção escolhida
dentre todos os povos, porque minha é toda a terra.
6E vós sereis para mim um reino de sacerdotes
e uma nação santa.
São estas as palavras
que deverás dizer aos filhos de Israel’.
7Moisés voltou e, convocando os anciãos do povo,
expôs tudo o que o Senhor lhe tinha mandado.
8aE o povo todo respondeu a uma só voz:
‘Faremos tudo o que o Senhor disse’.
16Quando chegou o terceiro dia, ao raiar da manhã,
houve trovões e relâmpagos.
Uma nuvem espessa cobriu a montanha,
e um fortíssimo som de trombetas se fez ouvir.
No acampamento o povo se pôs a tremer.
17Moisés fez o povo sair do acampamento
ao encontro de Deus, e eles pararam ao pé da montanha.
18Todo o monte Sinai fumegava,
pois o Senhor descera sobre ele em meio ao fogo.
A fumaça subia como de uma fornalha,
e todo o monte tremia violentamente.
19O som da trombeta ia aumentando cada vez mais.
Moisés falava
e o Senhor lhe respondia através do trovão.
20bO Senhor desceu sobre o monte Sinai
e chamou Moisés ao cume do monte.
Palavra do Senhor.

Leitura da Profecia de Ezequiel 37,1-14

Naqueles dias:
1a mão do Senhor estava sobre mim
e por seu espírito ele me levou para fora
e me deixou no meio de uma planície cheia de ossos
2e me fez andar no meio deles em todas as direções.
Havia muitíssimos ossos na planície
e estavam ressequidos.
3Ele me perguntou: ‘Filho do homem,
será que estes ossos podem voltar à vida?’
E eu respondi: ‘Senhor Deus, só tu o sabes’.
4E ele me disse:
‘Profetiza sobre estes ossos e dize:
Ossos ressequidos, escutai a palavra do Senhor!
5Assim diz o Senhor Deus a estes ossos:
Eu mesmo vou fazer entrar um espírito em vós
e voltareis à vida.
6Porei nervos em vós, farei crescer carne
e estenderei a pele por cima.
Porei em vós um espírito, para que possais voltar à
vida. Assim sabereis que eu sou o Senhor’.
7Profetizei como me foi ordenado.
Enquanto eu profetizava,
ouviu-se primeiro um rumor, e logo um estrondo,
quando os ossos se aproximaram uns dos outros.
8Olhei e vi nervos e carne crescendo sobre os ossos
e, por cima, a pele que se estendia.
Mas não tinham nenhum sopro de vida.
9Ele me disse:
‘Profetiza para o espírito, profetiza, filho do homem!
Dirás ao espírito: Assim diz o Senhor Deus:
Vem dos quatro ventos, ó espírito,
vem soprar sobre estes mortos,
para que eles possam voltar à vida’.
10Profetizei como me foi ordenado,
e o espírito entrou neles.
Eles voltaram à vida e puseram-se de pé:
era uma imensa multidão!
11Então ele me disse:
‘Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel.
É isto que eles dizem:
‘Nossos ossos estão secos, nossa esperança acabou,
estamos perdidos!`
12Por isso, profetiza e dize-lhes:
Assim fala o Senhor Deus:
Ao meu povo, vou abrir as vossas sepulturas
e conduzir-vos para a terra de Israel;
13e quando eu abrir as vossas sepulturas
e vos fizer sair delas, sabereis que eu sou o Senhor.
14Porei em vós o meu espírito,
para que vivais e vos colocarei em vossa terra.
Então sabereis que eu, o Senhor, digo e faço
– oráculo do Senhor -‘.
Palavra do Senhor.

Leitura da Profecia de Joel 3,1-5

Assim diz o Senhor:
1Derramarei o meu espírito sobre todo ser humano,
e vossos filhos e filhas profetizarão,
vossos anciãos terão sonhos
e vossos jovens terão visões;
2também sobre meus servos e servas,
naqueles dias, derramarei o meu espírito.
3Colocarei sinais no céu e na terra,
sangue, fogo e rolos de fumaça;
4o sol se transformará em trevas
e a lua, em sangue, antes de chegar o dia do Senhor,
dia grandioso e terrível.
5Então, todo aquele que invocar o nome do Senhor,
será salvo, pois, no monte Sião e em Jerusalém,
haverá salvação, como disse o Senhor,
entre os sobreviventes que o Senhor chamar.
Palavra do Senhor.