Japão: católicos vietnamitas esperam o Papa com alegria

Aumenta a expectativa para a viagem apostólica do Papa Francisco ao Japão e Tailândia. O Papa visitará os países asiáticos de 19 a 26 de novembro

An Duyen – Cidade do Vaticano

Os católicos da Ásia aguardam com alegria a visita do Papa ao Japão e Tailândia que será realizada de 19 a 26 de novembro próximo. Segundo as estatísticas de 2018, o país nipônico conta com 444.893 fiéis católicos, ou seja 0,3% da população. Em algumas dioceses, os fiéis estrangeiros são mais numerosos do que os japoneses. Por isso, evidencia padre José Dinh Thanh Nha, jesuíta responsável pela juventude vietnamita no Japão, usa-se a expressão “A Igreja no Japão” e não “Igreja japonesa”. Os imigrantes católicos, explica o religioso, ainda não têm voz nas atividades da Igreja local. Na maior parte dos casos, a comunidade dos estrangeiros não é integrada. Todavia, nestes últimos anos, a missa celebrada em várias línguas tornou-se uma ponte de comunicação entre os japoneses e os estrangeiros que vivem no país.

Católicos vietnamitas no Japão

A comunidade católica no Japão é formada na sua grande maioria por refugiados das boat people, outros são estudantes ou estudantes trabalhadores. Também há 90 grupos de jovens católicos vietnamitas que estão trazendo uma nova energia à Igreja local. Em maio do ano passado, mais de 30 grupos participaram da reunião dos jovens católicos vietnamitas com o tema “Irradiar a fé”. Padre Nha conta que recebeu centenas de adesões por parte dos jovens quando foi oficializada a notícia da presença do Papa no Japão. Isso demonstra a grande perspectiva dos católicos vietnamitas no país. Os 50 mil lugares no estádio de Tóquio são insuficientes para atender os pedidos que chegam para participar. Por isso, o Comitê de organização teve que sortear o nome dos participantes. E não foi possível permitir a participação dos que não moram no Japão. Pode-se registrar no site http://popeinjapan2019.jp/entry/.

Uma visita pastoral que desperta a vida

O Papa Francisco sempre quis visitar o Japão. Quando era jovem já tinha manifestado a sua vontade de conhecer este país como missionário. O Papa visitará Tóquio onde irá se encontrar com o Imperador e o primeiro ministro Shinzo Abe. Depois irá a Nagasaki e Hiroxima, as duas cidades destruídas pelas bombas atômicas na Segunda Guerra Mundial. A Igreja enfrenta muitos desafios no Japão. Entre eles a laicização, o problema da imigração e da ecologia. O lema da visita é: “Protect all life”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *