Congresso Diocesano reúne mais de 600 catequistas na Posse

Clique na imagem e veja outras fotos

Com o tema “Como poderei compreender a não ser que alguém me explique?” (Atos 8,31) aconteceu o Congresso Diocesano de Catequese da Diocese de Petrópolis, reunindo mais de 660 catequistas, na Paróquia São João Batista, na Posse, Decanato Nossa Senhora do Amor Divino. O congresso foi encerrado com a missa, presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB, que em sua homilia agradeceu o trabalho dos catequistas, estimulando-os a continuar e a darem testemunho de Cristo.

A missa foi concelebrada pelo Padre Ludemir Leonardo Theodoro, Pároco da Paróquia da Posse, pelo diretor espiritual da Catequese no Decanato Nossa Senhora do Amor Divino e Vigário Paroquial de Correas, Padre Guilherme Silva dos Santos e pelo Padre Adeir da Silva Oliveira, Pároco de São Jorge no Independência. A missa foi assistida pelo diácono Pablo de Freitas Oliveira e pelos diáconos permanentes Francisco Rodrigues e Roberto Nunes.

Durante todo o dia, os catequistas tiveram a oportunidade de aprofundar temas de formação, com o Diácono Pablo, que falou sobre propostas para “Uma Catequese de Inspiração Catecumenal” e com Alexandre Varela, criador e autor do site “O Catequista”, que falou sobre “Desfazendo Mitos para Oferecer a Verdade”. O Padre Bruno Leonardo, Vigário Paroquial de Nossa Senhora do Rosário, abordou o tema “Jesus sempre fala a verdade” partindo de uma catequese do Papa Francisco sobre o mal e a verdade que é Cristo.

O assessor eclesiástico para Catequese na Diocese de Petrópolis, Padre Carlos Magno, falou sobre a “Vocação do Catequista”. Em sua exposição apresentou vários questionamentos sobre a forma como muitos catequistas estão transmitindo a Palavra de Deus e o ensinamento da Igreja. Ressaltou a importância de uma formação para todos os catequistas e anunciou que está em estudo instituir na Diocese o Ministério do Catequista e uma escola de formação para catequistas.

Mas, segundo ele, para que este ministério possa se concretizar é preciso que todos os catequistas tenham consciência da importância deste serviço e que mudem a forma de pensar a catequese. Com este objetivo, Padre Carlos Magno sugeriu a leitura de três livros, todos com o tema central o catecumenato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *