Congresso da Pastoral da Educação reúne mais de 500 profissionais da educação

A Pastoral da Educação da Diocese de Petrópolis, realizou no dia 17 de setembro, o seu XI Congresso Diocesano, com palestras do professor João Malheiro e da professora Adrianna A. Abreu. O tema do encontro foi “Formação das capacidades sociemocionais na escola”, tendo como foco principal a necessidade da família e escola voltarem a ser protagonistas na formação apresentando as crianças e adolescentes as virtudes e valores e contou com a presença de mais de 500 profissionais da educação.

Este foi o tema central abordado pelo doutor em educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), João Malheiro e pela diretora do Colégio Porto Real do Rio, Adrianna Abreu. Com a palestra do professor e a experiência da diretora ficou claro que a participação da família é fundamental na transmissão das virtudes e valores para as crianças.

O principal desafio, como deixou claro João Malheiros, não é formar as crianças, mais fazer com que os pais compreendam a importância de educar e formar nos valores e virtudes. “Muitos pais pensam que formar o filho é passar conhecimento e vê-los formados para que consigam um bom emprego e com isso possam ganhar dinheiro. Mas, a formação não deve ser para isto, mas para formar o ser humano”.

17 09 2016 Congresso da Pastoral da Educação
Clique na imagem e veja o álbum de fotos

O professor destacou ainda que, além do exemplo e de transmitir valores e virtudes é fundamental que os pais e educadores orem, frisando que “uma vida de santidade transmite para as crianças, para os filhos, as virtudes e valores”. Ele chamou atenção ainda para o fato de que, na sociedade atual, o que se faz é transmitir os contra valores e contra virtudes, citando como exemplo negativo os diversos programas de televisão, entre eles as novelas. “Muitos pensam que virtude é coisa da Igreja e do passado”.

A professora Adrianna Abreu falou da sua experiência como diretora, onde é desenvolvido projeto com os alunos fazendo com que vivam as virtudes, por meio de atividades que envolva as famílias. Ao responder uma das perguntas sobre a dificuldade de se trabalhar virtudes com famílias desinteressadas, a professora destacou que “muitos se enganam, pois quando a família é trabalhada e os pais percebem que podem educar os filhos, fazem tudo, participam dos projetos”.

Dom Gregório Paixão, OSB, Bispo Diocesano, ressaltou a importância do Congresso da Pastoral da Educação, que, segundo ele, tem por objetivo colocar uma semente no coração dos educadores para que possam transmitir aos alunos, não somente conhecimento mais as virtudes e valores. “Acho uma maravilha quando pensamos o Congresso da Educação voltado para as virtudes. É a grande preocupação que boa parte dos educadores tem, pois somos capazes de passar teoria para as crianças, capaz de passar aquilo que é do conteúdo programático e passar uma prática para que os alunos aprendam aquilo que estudaram, mas nem sempre somos capazes de passar aquilo que é fundamental na educação que é transformar a vida da pessoa não apenas pelo conteúdo aprendido, mas pelo convívio, pelos valores que deve desenvolver na sua vida familiar, na vida social, como na prática religiosa. A Pastoral da Educação quer colocar a semente de Deus no coração dos educadores para que possam plantar no bom terreno, que é o coração dos alunos a graça de desenvolver essas virtudes que devem brotar e se manifestar na sociedade onde vivem” finalizou o Bispo (ouça na íntegra as palavras de Dom Gregório clicando aqui).

O Congresso Diocesano da Pastoral da Educação foi aberto pelo Padre Pedro Paulo, reitor da Universidade Católica de Petrópolis (UCP), com a presença do Vigário Geral da Diocese, Monsenhor Paulo Daher, que conduziu a oração inicial, com palavras da coordenadora diocesana da Pastoral, Maria Nilva e da secretária municipal de Educação de Petrópolis, Maria Elisa Badia. O Bispo da Diocese de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, OSB, antes dos palestrantes fez uma apresentação sobre a importância das virtudes e do congresso.

O encontrou contou com a presença de diversos sacerdotes, como Padre Gustavo Passos, vice reitor do Seminário Diocesano de Petrópolis, Padre Tiago José do Santos, pároco de São José do Vale do Rio Preto, Padre Luiz Mello, pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Padre José Luiz Montenzano, Chancelar da Cúria Diocesana e Vigário Paroquial do Rosário.

Um comentário em “Congresso da Pastoral da Educação reúne mais de 500 profissionais da educação

  • 19 de setembro de 2016 em 11:14
    Permalink

    Que maravilha.O conteúdo tripé :Educação, fé, com uma formação básica voltada aos valores e viertudes.O ser humano é o centro de tudo e numa sociedade deve se preparar para respeitar a Deus e ao próximo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *