Aula magna no Seminário Diocesano fala sobre a Virgem Maria

O Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino, no espírito do Ano Nacional Mariano, tem como tema da aula magna, que acontece hoje, às 19h30, “Nossa Senhora no Antigo Testamento”, que será apresentado pela doutora em Sagrada Escritura, professora Maria de Lourdes de Juiz de Fora. Neste mês de março, o Seminário completa 68 anos de fundação e a missa solene comemorativa, acontecer no dia 28, às 18h30, presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Gregório Paixão, OSB.

Ao longo dos seus 68 anos de existência, o Seminário Diocesano formou mais de mil jovens, sendo que um grande número ordenou-se sacerdote e trabalham na Diocese, formada por oito municípios (Petrópolis, Areal, São José do Vale do Rio Preto, Teresópolis, Guapimirim, Magé, Três Rios (distrito de Sebollas) e Três Rios (distrito de Bemposta). Este ano o Seminário Diocesano conta 64 seminaristas entre alunos do ensino médio, Filosofia e Teologia.

No dia 6 de abril, três jovens – Carlos Magno, Lucas Tadeu e Jovane da Rosa – serão ordenados diáconos, às 9h, em missa na Catedral São Pedro de Alcântara, presidida por Dom Gregório Paixão. O anúncio da ordenação deles, foi anunciado pelo bispo durante o primeiro encontro que teve com os novos e antigos seminaristas, no dia 7 de fevereiro.

Como ocorre há muitos anos, este ano, o Seminário continua a promover a Hora Santa Vocacional, sempre na última quinta-feira do mês. A primeira Hora Santa Vocacional deste ano, aconteceu no dia 23 de fevereiro e contou com a presença de representantes de diversas paróquias da Diocese. A próxima acontecerá no dia 30 de março.

Os seminaristas diocesanos tem uma presença marcante nas 45 paróquias da Diocese, distribuídas pelos oito municípios, divididos em quatro decanatos. Um destes momentos marcantes foi durante o carnaval, quando marcaram presença nos diversos retiros de jovens e paroquiais. Esses retiros são momentos de espiritualidade e tem como objetivo ajudar os participantes na preparação para o tempo da Quaresma, que é um tempo de recolhimento, oração e penitência.

Alguns desses retiros contaram com a participação dos seminaristas diocesanos, que colaboraram através de palestras, dinâmicas, orações, celebrações etc. Para todos, tais retiros, foram oportunidade de renovar o amor a Deus e iniciar a preparação para a Páscoa do Senhor.