Seminário Diocesano

Por feliz sugestão do reitor do Seminário Diocesano de Petrópolis, Padre Paulo Francisco Machado foram escritas estas notas sobre a vida e a obra do primeiro Bispo de Petrópolis Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra.

As informações mais minuciosas neste breve escorço referem-se à construção do nosso Seminário, para que fique, como “Pedra Angular” (Is 28, 16 e 1 Pd 2, 6) nesta Casa, ante os olhos dos mestres e dos alunos, a lembrança inolvidável do santo e dedicado Pastor de que Nossa Senhora serviu-se para estabelecer, em Petrópolis, a Casa de Formação dos Sacerdotes na Novel Diocese da Região Serrana Fluminense. Aqui vão as simples notas. Dom Manoel merecia um alentado volume histórico, tão importante e vasta foi sua atuação em 36 anos de governo da sua primeira e única Diocese. Seus merecimentos só Deus pode avaliar e já os terá recompensado, pois que Dom Manoel foi apóstolo “servo bom e fiel”, exemplo de vida para o clero e “forma gregis” entre o povo.

Rogo a Nossa Senhora do Amor Divino, Padroeira do Seminário, bênção especial para esse trabalho muito singelo, mas que, à falta de melhor, deve representar no futuro um gesto de gratidão e de louvor à figura do inesquecível Fundador do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino. Assim me ajude Deus.

Correas, 24 de agosto de 2001, festa do Apóstolo São Bartolomeu

Monsenhor Mário Correa Ferreira

Conheça o Seminário Diocesano clicando aqui