Diocese, Notícias › 20/04/2017

Encontro regional dos seminarista do Regional Leste 1 em Petrópolis

Mais uma vez, a Diocese de Petrópolis é escolhida para o encontro de unidade. Desta vez receberá o encontro entre os seminaristas, futuros padres e aqueles que são a esperança da Igreja. No dia de 21 de abril, a cidade de Petrópolis vai sediar o Encontro dos Seminaristas do Regional Leste 1, da CNBB, que corresponde à totalidade dos seminaristas das dez dioceses e a Administração Apostólica do Estado do Rio de Janeiro, ou seja, cerca de 600 jovens.

Este encontro é inspirado em um outro que já acontece desde o Jubileu do ano 2000 com os seminaristas da Província Eclesiástica de Niterói (Arquidiocese de Niterói, Diocese de Campos, Diocese de Nova Friburgo, Administração Apostólica São João Maria Vianney e Diocese de Petrópolis). Tendo como objetivo gerar integração e maior unidade entre os seminaristas e seus formadores em um dia de encontro.

Este encontro do Regional Leste 1 também visa a integração, a unidade e fraternidade entre os seminaristas do Regional. A ideia é fazer isso através de momentos de oração, com a celebração da Santa Missa, com formação, atividade cultural, de lazer e esportes, tudo em um dia intenso de convivência.

A Diocese de Petrópolis foi escolhida pelos bispos do Regional como sede da primeira parte do encontro: acolhida dos Bispos, Padres e seminaristas das diversas dioceses supracitadas; passeio cultural pelo centro histórico da Cidade de Petrópolis, orientados pelo Bispo de Petrópolis; palestra, na Catedral, sobre a mesma histórica e imperial Catedral, também ministrada pelo Bispo de Petrópolis, Dom Gregório Paixão; celebração eucarística para os seminaristas, presidida pelo Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Dom Orani e co-celebrada pelos bispos e padres formadores.

A segunda parte do dia será organizada pela Arquidiocese do Rio de Janeiro, no Sítio do Seminário São José (Fazenda da Arca em Itaipava), com almoço, momentos de esporte e de lazer.

Com certeza será um momento de grande graça, porque o Senhor Jesus nos quer unidos e reunidos em seu nome. Ainda mais quando se trata de um grupo expressivo de seminaristas, aqueles que são os futuros pastores da Igreja e que deverão, amanhã, também, zelar com o próprio testemunho com a unidade do rebanho de Deus, cumprindo com a vontade do Senhor “Que todos sejam um”().

Aproveitamos esta oportunidade para lembrar e pedir a todos os homens e mulheres de fé e de boa vontade que rezem sempre pelo aumento das vocações sacerdotais, religiosas e missionárias e que nunca faltem às ovelhas do rebanho os bons pastores. Hoje, esses rapazes, a que chamamos de seminaristas, a exemplo do Pastor dos pastores, venham ser, por meio de intercessão do povo de Deus, capazes de amar até, se for necessário, sacrificando a própria vida, para a honra e glória do Senhor. Jovens que, ouvindo o chamado do Senhor, ficam alguns anos, num período de formação, juntos com seus formadores numa casa chamada Seminário. Ali, aprofundam espiritualidades, o encontro com Deus através da oração, das sagradas escrituras e da devoção à Virgem Maria e aos Santos. Também, em cada seminário, são chamados a uma rigorosa disciplina no cumprimento dos horários, dos estudos e dos diversos serviços da casa.

A Diocese de Petrópolis tem o seu Seminário em Petrópolis, Corrêas, situado na Estrada União Indústria, Nº 3441. O Seminário foi fundado no ano de 1949, por Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra, primeiro bispo da nossa Diocese. Atualmente, o Seminário tem 65 seminaristas, sendo divididos em Ensino Médio (Seminário Menor), Propedêutico, Filosofia e Teologia (Seminário Maior). Tem, ainda, a alegria de possuir dois alunos que cursam Teologia no Seminário Maior em Navarra – Espanha. No entanto, a maior alegria é, a cada ano, poder apresentar candidatos idôneos e bem preparados para receberem a ordenação.

No corrente ano, no dia 6 de maio, os seminaristas Jovane, Lucas e Carlos Magno serão ordenados diáconos e, em dezembro, serão ordenados presbíteros, ou seja, padres.

Todo este trabalho, hoje, é feito em nossa diocese sobre a guia do báculo pastoral de Dom Gregório Paixão, nosso querido Bispo Diocesano, que vive sua vocação com entusiasmo e sendo um exemplo para todos os seminaristas e jovens vocacionados que, encontrando nele a figura do Cristo, Bom Pastor, estão realizados com a sua vocação e também se veem tocados e motivados a abraçarem um dia, definitivamente, o mesmo chamado de Deus.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.