Cerco de Jericó realizado na Paróquia Nossa Senhora de Fátima

Clique na imagem e veja outras fotos

O 1º cerco de Jericó da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, Decanato Nossa Senhora do Amor Divino, consistiu em uma semana incessante de batalha espiritual, com intensa oração pessoal e comunitária, bem como missa diária, adoração ao Santíssimo, confissão, jejum, pregação da Palavra de Deus e o Terço a Nossa Senhora.

E assim foi, veja:

No primeiro dia do Cerco Jericó, nossa Paróquia contou com a Presença de Padre Mário Coutinho, que em sua homilia falou sobre a importância de abrir o coração para a presença de Deus, relembrou e explicou a passagem da queda das Muralhas de Jericó e terminou falando sobre a Preguiça e o mal que traz para nossa vida, bem como a forma de combatê-la, sendo diligentes. Aproveitando o momento deu início ao Mês da Bíblia!!

No segundo dia Padre Rogério Carvalho, dialogou com os presentes sobre o orgulho e como este pecado acaba com a vida da pessoa atingindo ainda quem está próximo a ela, mas afirmou de como é fácil combatê-lo com orações e agindo de forma humilde. Finalizou com o passeio do Santíssimo abençoando a comunidade.

Na terceiro dia do Cerco de Jericó, acolhemos em nossa Matriz de Nossa Senhora de Fátima, padre Willyan, que em suas belas palavras explicou sobre o pecado capital da avareza, contudo reforçou a forma de atacá-la realizando atos com generosidade.

No quarto dia Padre Luís Mello em sua homilia falou sobre a inveja, dando exemplos de como este pecado nos aparece no dia-a-dia, podendo sim ser combatido pelo Amor que é dado ao próximo.

No quinto dia do Cerco de Jericó, recebemos Padre Manoel da Paróquia Santa Rita de Cassia que com uma bela Homilia falou sobre o pecado da Ira, pecado este que está presente constantemente na vida das pessoas e que afeta muito os cristãos, contudo deve ser enfrentado com a força da oração e a fé em Deus e no Espírito Santo e terminou com passeio e bênção do Santíssimo.

No sexto dia desta semana contamos com a presença do Padre Rodrigo Celso, que em sua homilia falou sobre a Luxúria, um mal que está presente neste século XXI, conceituado no Catecismo da igreja como “2351. …desejo desordenado ou um gozo desregrado de prazer venéreo. O prazer sexual é moralmente desordenado quando procurado por si mesmo, isolado das finalidades da procriação e da união.”, finalizou invocando o Espírito Santo sobre a Paróquia.

No sexto dia Padre Alexandre Brandão, Pároco de Araras, falou sobre a gula e de como este mal, que pode ser imperceptível no cotidiano nos consome. Aconselhou a comunidade a agir com temperança nas atitudes e nas escolhas.

Finalizando este período de intensa oração, nosso Pároco, Padre Agnaldo, terminou reforçando a importância de manter-nos as muralhas dos nossos corações NO CHÃO, deixando que o AMOR de Deus entre e impere em nosso ser. Agradeceu a Deus e a Nossa Senhora por essa semana e afirmou as graças que se recairão sobre toda a Paróquia.

Assim como o povo da Samaria fez ao redor das muralhas de Jericó, Padre Agnaldo, caminhou sete vezes em torno da comunidade paroquial presente na Matriz, com o Santíssimo em mãos!!! Terminou o momento invocando o Espírito Santo, com a Música de Padre Fábio de Mello, Tudo Posso, a qual simboliza muito esta semana e como os paroquianos devem caminhar daqui em diante:

“Vou perseguir tudo aquilo que Deus já escolheu pra mim,
Vou persistir, e mesmo nas marcas daquela dor,
Do que ficou, vou me lembrar,
E realizar o sonho mais lindo que Deus sonhou
Em meu lugar estar na espera de um novo que vai chegar,
Vou persistir, continuar a esperar e crer
E mesmo quando a visão se turva e o coração só chora – Mas na alma, há certeza da vitória”

Agradecemos a todos os Padres que participaram desta semana intensa, contribuindo para que todas as muralhas existentes se desfizessem e a todas as pessoas que visitaram o santíssimo, durante a vigília bem como os que participaram das Santas Missas!

Texto: Pascom de Nossa Senhora de Fátima / Caio Nascimento

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.